NOTÍCIAS

Controle das Rotinas de Manutenção

12 de Janeiro de 2021

Você tem dificuldade em estabelecer um controle de manutenção eficiente? Essa é uma realidade de muitos gestores brasileiros – que buscam por uma visão mais clara sobre todo o fluxo de processo.

Quando falamos sobre os serviços de manutenção, é fundamental que exista um bom gerenciamento para maximizar a produtividade. Desde o planejamento das atividades até a execução das tarefas, tudo deve funcionar da melhor maneira possível – e o gerente busca ter controle sobre tudo.

Neste artigo vamos compreender melhor toda a importância de um controle de manutenção eficiente. Acompanhe.

Qual a sua importância do controle de manutenção?

O planejamento e controle da manutenção têm um impacto significativo no desempenho da empresa. Afinal, com o uso eficiente de máquinas e equipamentos é possível garantir uma produção benéfica, sem falhas ou interrupções que prejudiquem as tarefas.

Portanto, a manutenção é um tema que precisa ser considerado com atenção, pois sabemos que se não for feita de maneira adequada o maquinário fica impactado, gerando problemas maiores para a empresa.

Internamente, o controle de manutenção rigoroso permite que o gestor tenha uma visão mais clara sobre a execução das tarefas. Dessa forma, é possível organizar as atividades, gerenciá-las em tempo real e obter insights valiosos para melhorias nas atividades.

Como é feito o controle de manutenção?

O controle das rotinas de manutenção deve passar por diversas etapas importantes para garantir sua eficiência:

  1. Elaboração de cronograma. A programação é uma etapa importante para orientar suas decisões e entender melhor o fluxo de cada atividade. Entender quais ações precisam ser colocadas em prática, estabelecendo prazos adequados para a equipe e dentro da expectativa da empresa.
  2. Programação de manutenções. O agendamento de uma parada para manutenção é um aspecto essencial para um maior controle do planejamento e da manutenção. Inserir esse processo na rotina do negócio contribui para o conserto de máquinas e em que momento é mais recomendável que essas manutenções ocorram.
  3. Instruções para manutenção programada. Outra etapa importante no controle das rotinas de manutenção é o fornecimento de instruções para manutenções programadas. Ou seja, é necessário especificar quais recursos materiais serão utilizados em cada reparo, com uma descrição completa das atividades que serão impactadas. Com isso, há uma programação mais eficiente e todas as etapas são padronizadas, facilitando o trabalho.
  4. Planejamento de recursos. Após as instruções sobre como a manutenção será realizada, é hora de planejar os recursos materiais, como peças, ferramentas e outros itens. Esse planejamento é fundamental para que a empresa consiga se organizar financeiramente e, além disso, ter o controle do que será importante em cada etapa, evitando problemas e perda de produtividade.
  5. Monitoramento e verificação. Após todas as fases citadas acima, os processos e atividades que envolvem manutenção são monitorados. Os resultados observados são considerados levando-se em conta quais etapas ainda precisam ser executadas. Caso seja identificada alguma falha, é importante que sejam tomadas as medidas necessárias para corrigi-la.
  6. Análise dos resultados. Conforme as atividades de manutenção são executadas, o gestor pode coletar dados valiosos para fazer uma análise dos resultados – encontrando pontos que podem ser melhorados no futuro.

4 benefícios do controle das rotinas de manutenção

1. Transparência e previsibilidade

Apesar de lidar com um conjunto de tarefas complexas, o gerente de manutenção pode simplificar as atividades por meio de um bom controle de manutenção. Trata-se de uma forma de gerar transparência e previsibilidade às operações do dia a dia, permitindo que os profissionais se concentrem em um serviço excelente.

2. Aumento da segurança

Se não forem mantidos de maneira adequada, mesmo os dispositivos e máquinas mais fáceis de usar e de alta tecnologia podem representar riscos à segurança. No entanto, o cumprimento de um cronograma de manutenção planejado garante que todos os equipamentos e máquinas operem sem problemas, sem representar riscos para as pessoas que interagem com eles.

3. Otimização do fluxo de trabalho

Conforme vimos anteriormente, o controle de manutenção engloba todas etapas do fluxo de trabalho – desde o planejamento até a análise dos resultados. Portanto, um dos principais benefícios de colocar essa estratégia em prática é a otimização do fluxo de trabalho.

Quando os profissionais sabem exatamente quais atividades devem realizar e como executá-las, todo processo se torna naturalmente mais eficiente. Além disso, o gestor pode acompanhar as atividades em tempo real para intervir quando necessário.

4. Benefícios para toda empresa

Nas ciências médicas, há evidências esmagadoras de que o diagnóstico precoce salva vidas e acelera significativamente a qualidade de vida do paciente. O mesmo se aplica a eletrônicos ou máquinas.

Quando um técnico pode identificar o início de um problema antes que ele evolua, é mais fácil tratá-lo e evitar que piore. Assim, uma programação de manutenção planejada pode aumentar a longevidade do equipamento, o que pode beneficiar as empresas de muitas maneiras diferentes.

O aumento da longevidade do equipamento não apenas reduz o tempo e os custos, mas também é mais ambientalmente responsável. Uma vez que as empresas não precisam renovar ou substituir equipamentos com frequência, haverá menos lixo eletrônico prejudicial se acumulando em aterros.

O papel da tecnologia no controle de manutenção

Apesar de reconhecer a importância de um controle das rotinas de manutenção, muitos gestores não sabem exatamente como colocar isso em prática. Neste momento, a tecnologia surge como uma grande aliada.

Em vez de planejar e executar as rotinas de manutenção manualmente, é possível automatizar processos e simplificar os fluxos de trabalho.

Com a  SAT você encontra as principais ferramentas para otimizar esse processo: atribuição de tarefas para os profissionais, acompanhamento das atividades em tempo real, geração de relatórios sobre o status das atividades, produtividade e horas gastas, entre várias outras funcionalidades.

 

Você já conhecia a importância do controle das rotinas de manutenção? Quer descobrir mais sobre as funcionalidades que a SAT tem a oferecer? Então venha testar nossas ferramentas!